Uma experiência radical

11/08/2017

Assim que soubemos que tinha aberto portas o Parque Raró  - Parque de atividades radicais, destinado a jovens e adultos com deficiência, propriedade do MADI (Movimento de Apoio ao Diminuído Intelectual) - soubemos que a AAJUDE o tinha de ir conhecer. 

Este parque está preparado para receber pessoas com todo o tipo de incapacidade, proporcionando a TODOS as experiências radicais que tiverem dispostos a conhecer e ultrapassar. 

Como introdução, só podemos dizer que o dia passado no Parque Raró ultrapassou em muito as nossas expectativas. 

Durante o dia, foi possível a todos realizarem actividades como escalada, slide e arborismo. E, mesmo aqueles que, por vezes, devido a limitações motoras, ficam de fora deste tipo de atiividades, como é o caso do Kiko e da Teresa, realizaram-nas.

Apesar da animação com a realização das atividades, também houve medos, avanços e recuos, desejos de avançar e ao mesmo tempo de voltar para terra firme. Isto de ser radical, às vezes, não é tão fácil quanto parece :)

Claro que também houve quem avançasse sem qualquer medo, como o António. Que, quando nos apercebemos, já estava completamente equipado e pronto para a escalada. Ou como o Vítor que sorriu todo o percurso do slide.

Foram momentos verdadeiramente felizes para todos. Para os utentes porque, mais uma vez, viram as barreiras e limitações esbaterem-se e para os monitores que os acompanhavam, por verem cair medos e receios e por poderem proporcionar experiências nunca antes vividas por alguns dos jovens. 

Apesar do cansaço, a alegria porprocionada por este dia foi tão forte, que no caminho de regresso a Santa Cruz do Bispo ainda se cantava bem alto. 

 

Venham mais dias destes. 

Dias em que podemos todos, literalmente, abrir as asas e voar!